Prefeitura de Gurupi

Agentes de endemias entram em casas abandonadas para combater mosquito da dengue

19/12/2017 John Souza/Secom

Na manhã desta terça-feira (19), a Secretaria Municipal de Saúde de Gurupi, por meio da Coordenação de Controle e Combate a Dengue, realizou a fiscalização de casas fechadas e abandonadas em vários pontos da cidade para combater focos do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya. A ação contou com apoio da Polícia Militar (PM) e um chaveiro.

 

Segundo a Coordenadora de Doenças Vetoriais, Daniela Araújo, 80% dos focos do mosquito transmissor da dengue estão localizados dentro dos imóveis residenciais. Quando esses imóveis estão desabitados e fechados por muito tempo, dificulta a ação dos agentes de endemias e o período chuvoso favorece a proliferação do mosquito Aedes Aegypti nestes locais.

 

“São imóveis que não conseguimos entrar durante o trabalho de rotina, muitos deles estão fechados há muito tempo, então, respaldados pela Lei 1.924/2014 e com o apoio da Polícia Militar e um chaveiro, realizamos a limpeza nessas casas para eliminar os focos do mosquito, depois fechamos novamente a residência”, explicou Daniela.

 

A entrada respaldada pela justiça só é feita depois de todas as possibilidades de entrar com a autorização do dono são esgotadas. Foram 20 imóveis desabitados inspecionados pelas equipes de endemias.

 

Daniela ressaltou ainda que a vigilância e as ações de combate a Dengue em Gurupi são contínuas, mas lembra que a população também deve fazer sua parte. “Precisamos da contrapartida da comunidade, limpando seus quintais, entrando em contato conosco por meio do Disk Dengue e agendando as visitas”, disse.

 

Disk Dengue


A comunidade pode colaborar no combate a Dengue, Zika e Chikungunya, informando a Secretaria de Saúde sobre locais que existem criadouros do Aedes Aegypti, por meio do “Disk Dengue”. Os telefones disponíveis são: 3313-1076 e 3315-3004. Os números estão disponíveis para ligações das 08h00 as 18h00.