Prefeitura de Gurupi

Moradores dos Setores Campo Belo I e II terão assistência técnica gratuita para construção e reforma de suas casas

13/04/2018 Lino Vargas/Secom

Nesta quinta-feira (12), foi assinado um termo de parceria entre a Prefeitura de Gurupi, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e o Instituto Federal do Tocantins (IFTO), Campus de Gurupi. O objetivo dessa parceria é oferecer consultoria para elaboração de projeto arquitetônico e acompanhamento técnico da obra para famílias de baixa renda que necessitarem construir ou reformar suas moradias.

 

A princípio serão atendidas as famílias dos Setores Campo Belo I e II. Acadêmicos dos cursos de Engenharia Civil e Técnico em Edificações do IFTO realizarão a assistência técnica na melhoria das habitações.

 

Segundo a Secretária de Desenvolvimento Urbano, Cristina Donato, o termo de parceria vai de encontro ao que diz a Lei Nº 11.888, de 24 de Dezembro de 2008, que assegura às famílias de baixa renda assistência técnica e gratuita para construção de habitação de interesse social. “O Projeto está voltado para os Setores Campo Belo I e II, mas vai atender todas as famílias de baixa renda de Gurupi que necessitarem”, disse Cristina.

 

Para o Prefeito de Gurupi, Laurez Moreira, essa parceria vai contribuir com a formação dos acadêmicos e irá beneficiar a população carente que precisa reformar sua moradia. “É muito importante integrar a academia na sociedade e toda parceria que visa melhorar a qualidade de vida do cidadão e promover o desenvolvimento de Gurupi é bem vinda”, afirmou o Prefeito.

 

O diretor do Campus do IFTO em Gurupi, Marcelo Terra, reforçou a importância da oportunidade da prática aos estudantes e a promoção do bem social. “Pro Instituto é muito benéfico essa assinatura, porque além de proporcionar a prática aos acadêmicos, está proporcionando o desenvolvimento social de Gurupi, nossa expectativa é que possamos futuramente aprovar mais projetos nessa linha de extensão e que possamos estreitar ainda mais os laços de parceria para contribuir com a cidade”, pontuou Marcelo.

 

As famílias serão atendidas a partir das demandas que forem surgindo durante os plantões sociais da equipe da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, que irão ouvir as necessidades dos moradores.