Prefeitura de Gurupi

Novos Agentes de Endemias de Gurupi passam por capacitação para início das atividades

13/06/2018 Lino Vargas/Secom

Na última segunda-feira, 11, a Prefeitura Municipal de Gurupi, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, deu as boas-vindas aos novos Agentes de Endemias, que tomaram posse após aprovação no Concurso Público da Saúde, em um curso para apresentar o trabalho que o munícipio realiza de Combate às doenças endêmicas e esclarecer dúvidas sobre as ações e as atividades que realizarão.


Durante a palestra, a Coordenadora de Vigilância Epidemiológica, Daniela de Araújo, explanou que Gurupi conta com mais de 47 mil imóveis e que o trabalho de vigilância não pára. Deu dicas de como os novos profissionais devem atuar ao chegar às residências e reforçou que o agente de endemia é o profissional para realizar as atividades de prevenção e controle de doenças endêmicas associadas aos insetos transmissores e também zoonoses.


Ela comentou que Gurupi é destaque no controle da dengue e outras endemias e afirmou que isso é fruto de um trabalho de educação em saúde que tem como foco baixar a densidade do mosquito aedes aegypti, diminuindo os casos de doenças vetoriais, assim minimizando as possibilidades de óbito.


Daniela enfatizou que o objetivo do encontro além de dar as boas-vindas, é capacitá-los para que possam desenvolver uma saúde de qualidade mantendo o controle de doenças transmitidas pelos mosquitos aedes aegypti, palha e barbeiro. “Como eles passaram por uma prova, eles já sabem sobre o trabalho, mas no nosso objetivo é lapidá-los para a execução de um trabalho de excelência e, para isso, ofereceremos um treinamento completo e ao final eles serão submetidos a uma prova de avaliação”, explicou destacando que o certame os avaliou em uma prova prática com várias técnicas, como por exemplo, tratamento de piscinas e abordagem aos donos das residências.


O agente de endemias, Danillo Barros, aprovou a iniciativa da equipe da Secretaria Municipal de Saúde destacando que amplia o conhecimentos dos recém-chegados e deixa mais claro as atividades que competem ao profissional. “É muito eficaz sabermos de maneira mais detalhada as nossas atividades, como devemos nos portar e abordar os moradores. São dicas valiosas para nós que teremos a missão de manter os números positivos do município”, argumentou.

 

Heliana OLiveira/Secom